Rio de Janeiro

Matriz Barra da Tijuca - (21) 2143-1571

WhatsApp e celular: (21) 992544934

Centro, Zona Norte e Sul do Rio de Janeiro e demais cidades listadas abaixo, Terapeutas e Instrutores autorizados para atender a você, sua empresa, escola ou grupo.  

Nova Friburgo - Sítio para retiros em Lumiar

Cabo Frio - (22) 99722-5464

São Paulo - (11) 98691-0192  

Buenos Aires - Argentina - www.rashuah.com.ar

Verifique o cadeado 

no seu navegador

Cursos e consultas online, ivros e dvds

Aqui, em nossa livraria online

Siga-nos

Pagina Facebook Ráshuah
Página G+ Ráshuah
Página Tuwitter Ráshuah
Página YouTube Ráshuah

Blog Ráshuah - Os melhores textos e mensagens de autoconhecimento e meditação

PRIMEIRO EU, DEPOIS EU E POR ÚLTIMO EU TAMBÉM

26/01/2019

Essa triste frase é a, digamos, filosofia de vida da mãe de uma de minhas amigas de juventude. Ela repetia essa frase com orgulho, a quem queria ou não, ouvir.

A filha morria de vergonha e se desculpava conosco dizendo, entre constrangida e irritada, em resposta à mãe: “Liga não, gente! Essa, infelizmente, é a senhora rainha da minha família!”

E o clima piorava ainda mais, pois a senhora rainha reagia e as duas entravam numa embaraçosa discussão.

 

Não vou entrar no assunto da consequência negativa que essa mãe causou, emocionalmente, em minha amiga durante sua vida. Creia, foi muito negativa para sua autoimagem, poder pessoal, sentimento de solidão e rejeição, falta de confiança nas pessoas, entre outras.

Mas, convido você a pensar a respeito do quanto podemos ser egoicos, egoístas, de vez em quando ou sempre. Isso é importante!

 

Claro que extremistas, como a mãe de minha amiga, não conseguiriam sequer pensar sobre isso, uma vez que seus egos são mantidos orgulhosamente como uma atitude supostamente positiva!

Mas, nós, que nos vemos como boas pessoas que sabem dividir, compartilhar, ajudar outras pessoas, podemos e devemos parar de vez em quando e pensarmos a respeito:

 

Até que ponto nosso ego interfere negativamente em nossos relacionamentos, em nossa vida? Somos daquelas pessoas que partilham quando nos convém, e quando não, “é cada um por si”? Sabemos pedir desculpas, reconhecer um erro?

Ouvimos opiniões contrárias querendo entender de verdade o outro, ou ao mesmo tempo em que estamos ouvindo, estamos pensando em como convencer a pessoa do contrário? Competimos pela razão ou atenção?

Por que fazemos isso? Nosso ego precisa tanto assim de alimento?

 

Alimentar o ego, esse voraz, nos torna seu escravo!

Afinal, o que é esse tal ego?

 

O termo vem da Psicanálise. Surgiu para explicar como é o funcionamento da mente impulsiva, inconsciente. E sendo assim, tem reações automáticas conforme o tipo de informações que juntamos durante nossas vidas.

O ego é também usado para definir nossa personalidade, caráter, como pensamos e agimos. É, digamos, a tradução das características psíquicas de cada pessoa.

Então, o ego faz parte de nós! Claro! Mas cultuá-lo, idolatrá-lo, dar-lhe importância extrema, o faz ser quase que como uma “entidade” independente! Nos torna egoístas! Cultivadores, idólatras do ego!

 

Nos libertar desse devorador de atenção, o ego, significa assumirmos de fato o controle e liberdade!

Ter boa autoestima e poder pessoal é desejável e positivo! Mas cultuar uma “entidade” exigente e cega, não!

 

Temos que desejar sermos livres, tanto no mundo, quanto em nosso universo interior!

Eu penso que merecemos essa liberdade!

Você não acha também?

 

Liberte-se!

 

Conheça a autora 

 

 

Conheça PSICO - Terapia de Autoconhecimento Ráshuah

Presencial ou online - Método exclusivo

 

Ao aprender a lidar de forma mais positiva com os desafios que se apresentam, a enxergar suas reais possibilidades e a perceber seus reais sentimentos, você se torna capaz de tomar atitudes e decisões mais conscientes, verdadeiras e mais próximas de sua verdade interior.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Assuntos abordados
escolha o tema de sua leitura
Please reload

Posts Em Destaque